INSCRIÇÕES ENCERRADAS
AVISE-ME SOBRE A PRÓXIMA EDIÇÃO
  • This field is for validation purposes and should be left unchanged.

O curso mostrará aos participantes como organizar e apresentar a prestação de contas para a Lei Rouanet. O conteúdo é abordado de forma prática e a partir de exemplos reais, apresentando o passo a passo do processo: desde a organização dos documentos e informações até a elaboração dos formulários e a apresentação do processo final ao Ministério da Cultura.

Os participantes terão ainda a oportunidade para esclarecer dúvidas específicas relacionadas aos seus projetos.

para quem o curso foi desenvolvido

Produtores culturais, gestores financeiros, artistas e demais profissionais da cultura que já tenham conhecimentos gerais sobre a Lei Rouanet e queiram entender melhor como organizar e entregar a prestação de contas de projetos incentivados por essa lei.

programa

Regras e diretrizes da Lei Rouanet para a apresentação da prestação de contas. Organização das informações e documentos do projeto. Elaboração dos formulários. Montagem do processo, encaminhamento e acompanhamento.

OBS: O curso não apresentará o funcionamento geral da Lei Rouanet. Todo o conteúdo será focado apenas no processo de prestação de contas. Se estiver interessado em conhecer o funcionamento da lei, por favor verifique o curso Leis de Incentivo à Cultura.

(carga horária total: 6h)


fomentadora

Camila Alves

camila p/bPublicitária formada pela Universidade Mackenzie, com especialização em Gestão Cultural pelo Itaú Cultural e Universidade de Girona, e pós-graduanda em Cultura e Globalização na Fundação Sociologia e Política – FESP/SP. Atua como  consultora na área de projetos culturais e esportivos com foco no planejamento e gerenciamento de projetos executados com leis de incentivo fiscal e ministra cursos de planejamento e gestão de projetos.  Com 13 anos de experiência na área, iniciou sua carreira no escritório Cesnik, Quintino & Salinas Advogados, especializado em Cultura e Terceiro Setor. Trabalhou no desenvolvimento de projetos,  planejamento e prestação de contas para diversos produtores e instituições culturais, entre eles: Instituto Pensarte, UNE, Instituto Cultural Brasilis, BM&A – Brasil Música, ElifasAndreato Estúdio, Dabliú Discos, Pródigo Films, Olhar Imaginário, Mamute Filmes, Matel Comunicação, Java 2G e Ruth Slinger, entre outros. Coordenou a área de planejamento e gerenciamento financeiro da CPFL Cultura em Campinas e a área de planejamento e projetos especiais da Poiesis, organização social responsável pelo gerenciamento do Museu da Língua Portuguesa, Casa das Rosas, Casa Guilherme de Almeida e Oficinas Culturais do Estado de São Paulo.