INSCRIÇÕES ENCERRADAS
AVISE-ME SOBRE A PRÓXIMA EDIÇÃO
  • This field is for validation purposes and should be left unchanged.

OBS: a Projecta encerrou suas atividades em maio de 2018. Em breve este site será substituído pelo do André Fonseca, fundador da Projecta. Se tiver interesse por este curso, por favor preencha acima seu email para ser futuramente avisado de novas edições fora da Projecta ou de cursos com temas similares.

Conseguir os recursos financeiros para viabilizar projetos é uma dificuldade permanente do setor cultural, resultando numa maioria de projetos que não consegue sair do papel e na forte dependência dos editais. Nesse cenário, tornam-se fundamentais as habilidades de desenvolver estratégias de captação, saber despertar interesse pelo projeto e diversificar as fontes de financiamento, especialmente no momento atual de crise econômica e redução de investimentos.

O curso, com 24h de duração, possibilita uma imersão no universo da captação e fornece ferramentas para que os participantes aumentem as possibilidades de levantar recursos para seus projetos, trabalhando com os diversos mecanismos de financiamento à cultura e evitando as falhas mais comuns nos processos de captação. A participação de  convidados  – representando os financiadores e os financiados –  permitirá um melhor entendimento sobre os interesses de quem investe em cultura e as estratégias utilizadas por quem conseguiu recursos para seus projetos.

programa

Dia 01: o projeto / editais de financiamento (com André Fonseca)
A importância do desenvolvimento do projeto: encontrando o dna e os diferenciais. Orçamentos ideal e viável.  A importância da relação com os públicos para gerar percepção de valor. Captação de recursos como processo permanente.

Editais de financiamento à cultura: como analisar o perfil de cada edital, suas particularidades e os critérios de seleção. As falhas mais comuns dos proponentes na inscrição dos projetos.

Dias 02 e 03: como as empresas estão pensando sua comunicação (com Rodrigo Cândido)
Entendendo o outro lado da mesa: como as empresas estão atualmente pensando a comunicação e a relação das suas marcas com os consumidores. O patrocínio cultural como ferramenta de comunicação e marketing. Demonstração de casos.

Dias 04 e 05: patrocínios culturais (com André Fonseca)
Como estabelecer associações entre projetos e empresas. O processo pré-captação. Pesquisa e identificação de potenciais empresas patrocinadoras. Desenvolvimento do plano de cotas e contrapartidas. Elaboração da proposta de patrocínio e do material de venda. Abordagem das empresas. Pós-venda.

Dia 06: os interesses das empresas e as relações entre patrocinadores e patrocinados (com convidados)
Bate-papo com dois representantes de empresas sobre a visão e interesse das empresas patrocinadoras.

Bate-papo com dois realizadores de projetos culturais que captaram recursos com empresas, sobre suas experiências e estratégias.

Dia 07: leis de incentivo à cultura (com André Fonseca)
Leis Rouanet (federal) e ProAC ICMS (estadual): como funcionam, quais são os benefícios fiscais para as empresas e as principais regras para inscrição e aprovação de projetos. As contrapartidas que podem ser oferecidas para os patrocinadores. Os cuidados éticos na utilização das leis.

Dia 08: captação com pessoas físicas (com Natalie Assad e André Fonseca)
Financiamento coletivo (crowdfunding):como engajar as pessoas e trabalhar as campanhas de divulgação; o perfil de quem financia; análise de casos; o que funciona e não funciona.

Apresentação de casos que mostram outras possibilidades de captação com pessoas físicas.

Carga horária total: 24h

para quem o curso é destinado

-produtores e gestores culturais, artistas, pessoas que atuam em espaços/instituições culturais, e demais profissionais da área cultural, interessados em conhecer ferramentas para desenvolver ou aperfeiçoar processos de captação de recursos que viabilizem seus projetos;

-pessoas interessadas em trabalhar na área de captação de recursos para a cultura.

fomentadores

André Fonseca

andre(saiba mais sobre ele aqui) Atua com consultoria e formação na área de gestão cultural, com focos principais na construção de estratégias de sustentabilidade a longo prazo e na comunicação com os públicos. Graduado em comunicação social com habilitação em marketing pela ESPM-Escola Superior de Propaganda e Marketing, e pós-graduado em Cooperação e Gestão Cultural Internacional pela Universidade de Barcelona. Fundador e diretor da Projecta, empresa especializada em ações de formação na área de gestão cultural. Ministrante da pós-graduação Gestão Cultural: desenvolvimento e mercado, do Senac. Desenvolveu e implementou o programa de capacitação em gestão cultural para os funcionários da Secretaria de Cultura e Turismo de Santo André/SP (2008). Idealizador e e realizador de ações como os Encontros de Gestão Cultural (2011 a 2013), em parceria com o Goethe-Institut São Paulo. Entre outras atuações no campo iberoamericano, foi docente no curso à distância REM 2.0 (2011), sobre projetos culturais colaborativos na América Latina; e coordenador do ciclo de encontros Sustentabilidad para la danza no Festival Internacional de Danza Contemporánea de Uruguay (2012). Foi membro da comissão de seleção de editais em órgãos como Ministério da Cultura e Fundação Cultural Cassiano Ricardo. Desenvolveu consultorias e ações de formação para clientes como Instituto Brincante, Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, MIS – Museu da Imagem e do Som, Red Sudamericana de Danza, Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte, Circo Zanni, Antonio Nóbrega, Festival Cordas na Mantiqueira, Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Senac, Rosenbaum, Goethe-Institut São Paulo, IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, e Secretaria de Cultura e Turismo de Santo André.

Natalie Assad

Formada em Administração pela ESPM,  é co-fundadora da plataforma de financiamento coletivo Partio, onde também é responsável pelas parcerias estratégicas e pela comunicação institucional.  Apaixonada por diversas manifestações culturais, sempre atuou na área de marketing com ativação cultural. Foi ainda fundadora, em 2010, da agência de digital marketing Tee-hee Brasil.

Rodrigo Cândido

image003Sócio-Diretor da SMF Comunicação Integrada. Durante sua trajetória profissional, acumulou experiência em Marketing, com ênfase em Comunicação Estratégica. Em 20 anos de carreira foi responsável por diversas ações/campanhas de marketing premiadas em instituições reconhecidas no mercado, como: Top of Mind e Top Invention pela Fenix Editora, Prêmio Anatec, Prêmio Abemd, Prêmio Ser Humano e Prêmio Aberje de Comunicação. Liderou a estratégia e implantação do maior evento social realizado pela Ticket, denominado Semana Ticket Cultura & Esporte, que em sete edições alcançou mais de um milhão de pessoas, levando inclusão social por meio de ações culturais e esportivas para a população de baixa renda. Nos últimos três anos, também foi professor de Marketing e Comunicação do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, além de ter atuado no período de 2013 – 2015 como Diretor de Marketing da ABRH-Brasil – Associação Brasileira de Recursos Humanos. Possui graduação em Publicidade e Propaganda pelo Centro Universitário 9 de Julho (2005), pós-graduação em Comunicação Empresarial e Relações Públicas pela Fundação Cásper Líbero (2008), MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (2013) e atualmente é Mestrando em Processos Midiáticos – Tecnologia e Mercado pela Fundação Cásper Líbero (2017).